08/05/2008

Amor


Amor é canto do sóbrio,
Embriagado pela paixão.

É a lucidez do louco
Parando de respirar
Em um grito de desejo,
Sedento para amar.

É o companheiro no caminho,
É o peito ardendo na saudade.
É sol que brilha clarinho,
É a lua que aquece em disfarce.

Amor é o sentimento carinho,
É aquilo que não se esquece,
Lembrança, canto, clamor, prece.

Amor por si só é calminho,
Amor com paixão enloquece.

2 comentários:

Anônimo disse...

Belo poema,parabéns Poeta.

Giovanna disse...

Papai Te Amo Muito E Lindos Poemas Seus....Te Amo Muito.... Meu Amor....